quinta-feira, janeiro 7

Desabafo IV - Duvidei de Deus


E o meu chão desabou.

Sem emprego, sem planos futuros, sem amigos e namorada cada vez mais distante, postergando meus planos para casar. Durante esse tempo fui tomado pelo sentimento que Deus tinha me esquecido. Duvidei de Sua existência. Comecei a ousar e a me corromper e O desafiar. Foi um processo lento, gradual. Deus era a base que sustentava minha vida, mas quando comecei a duvidar Dele, coloquei minha base no namoro. E quando o namoro terminou, me senti completamente sem vida. Tudo parecia dar errado.


Quis colocar a culpa toda em Deus novamente. Acreditei que estava sendo castigado por causa de minha dúvida. Algo como se Deus estivesse dizendo: "Não acredita em mim? Pois receberá a sua recompensa". Foi aí que fui perceber o quanto estava sendo contraditório: quanto mais colocava a culpa Nele, mais crente estava sendo.

Perdi tudo na minha vida durante esse tempo de dúvida. Porém, hoje, percebo que foi na dúvida que minha fé cresceu mais. Posso ter errado. Mas aprendi com o meu erro. Minha fé se renovou e me libertei de todos os maus pensamentos que invadiram minha cabeça e me atormentavam desde a adolescência. Hoje estou pronto novamente para tocar a minha vida com novas idéias - e de maneira muito mais enérgica. Deus me fez passar por uma provação. E neste exato momento dou graças a Ele, porque estou vivo e sei que Ele nunca me deixou e nunca me deixará.

O meu conselho para todos é: Nunca tirem Deus da sua base de sustentação. Se algum dia você cair, será Ele quem te segurará (e mais ninguém).

Um feliz 2010 aos leitores do meu blog,
A paz...


2 reflexões:

Day disse...

é ..
Bom é admitir isso tudo.. e expor.
E melhor ainda é CAMINHAR!

God Bless!

Guilherme disse...

Gostaria de conversar com você...por favor...entre em contato.

pensardoi@hotmail.com

tenho algumas perguntas!